CENIBRA promoverá live sobre saúde mental

Live será ministrada pelo Dr. Labinas, especialista em saúde mental

A campanha Janeiro Branco é o momento no qual a CENIBRA, por meio do Programa Qualidade de Vida e em parceria com a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA), convida os empregados a refletirem sobre questões e necessidades relacionadas à saúde mental e controle emocional. O objetivo é conscientizar, combater tabus, mudar paradigmas e orientar as pessoas a respeito de temas relacionados à vida, dentro e fora do ambiente de trabalho.

Durante o mês de Janeiro, diversas ações serão realizadas, com destaque para a live “Saúde Mental e os transtornos mentais provocados pelo uso de substâncias psicoativas (drogas lícitas e ilícitas)”, a ser ministrada pelo médico psiquiatra Luís Guilherme Labinas, no dia 12/1/2022, das 15h30 às 16h30. A live será transmitida pelo canal da Empresa no YouTube (https://www.youtube.com/c/CENIBRACelulose) e estará aberta para toda a comunidade, pelo link https://youtu.be/uVd4IFLzLdQ.

Na apresentação, o Dr. Labinas abordará temas como saúde mental e transtornos mentais provocados pelo uso de substâncias psicoativas, formas de evitá-los e tipos de tratamento para superar a dependência química.

O palestrante possui certificação internacional em tratamentos depressivos resistentes pela Universidade de Harvard e Universidade de Siena. É pós-graduado em autismo pelo Child Behavior Institute of Miami e CEO do Instituto Labinas, uma clínica multidisciplinar de saúde mental com psiquiatras, psicólogos, terapeutas e nutricionistas.

Outra novidade da campanha Janeiro Branco será o Plantão Psicológico, ocasião em que os empregados terão atendimento gratuito com uma psicóloga. A iniciativa é de grande importância para os empregados e familiares, que receberão materiais educativos – impressos e digitais – com informações para fortalecerem a saúde mental.

Dados

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a pandemia interrompeu serviços essenciais de Saúde Mental em 93% dos países do mundo e, ao mesmo tempo, intensificou a procura por esses mesmos serviços. No Brasil, de acordo com uma pesquisa do Instituto FSB, 62% das brasileiras e 43% dos brasileiros afirmaram que a saúde emocional “piorou” ou “piorou muito” durante a pandemia.

Um estudo realizado pelo Instituto Brasileiro do Fígado (Ibrafig) mostrou que 55% da população brasileira tem o hábito de consumir bebidas alcoólicas, sendo que 17,2% delas declararam aumento do consumo durante a pandemia, associado a quadros de ansiedade graves por conta do isolamento social.

Veja também