English

Plano de Manejo Florestal

Eucalipto_Arquivo CENIBRA 2

As florestas da CENIBRA são manejadas e monitoradas com foco na produtividade, proteção ambiental e na segurança dos colaboradores, contribuindo para que as florestas nativas, a fauna, as plantações e as comunidades ali inseridas coexistam de forma harmônica, garantindo o bem estar coletivo.

A empresa está inserida na abrangência da Mata Atlântica e adota medidas para conviver harmoniosamente com este bioma, como o manejo da paisagem em mosaico e corredores ecológicos que interligam fragmentos de mata nativa possibilitando o fluxo gênico das espécies, conciliando a conservação da biodiversidade e o desenvolvimento econômico na região onde atua. Estas estratégias são validadas por meio de monitoramentos ambientais da fauna, flora e dos recursos hídricos que são realizados periodicamente.

Além das áreas de preservação permanente e reserva legal a CENIBRA possui uma Reserva Particular do Patrimônio Natural – RPPN, chamada Fazenda Macedônia onde são realizados trabalhos de reintrodução de espécies de aves ameaçadas de extinção, Programas de Educação ambiental e pesquisas científicas.

Os plantios são formados por diversos clones de Eucalyptus spp., desenvolvidos e adaptados às características climáticas e edáficas existentes na sua área de atuação. As operações florestais são manuais ou mecanizadas e feitas sempre buscando utilizar as melhores técnicas para minimizar os impactos ao ambiente.

A CENIBRA adota uma série de princípios e procedimentos operacionais que são revisados e atualizados periodicamente. Dentre os vários cuidados com o manejo, podemos citar:

Uso de técnicas para minimizar e reverter a compactação do solo;

Cultivo mínimo, evitando movimentações de solo e decorrentes processos erosivos;

Manutenção de resíduos vegetais da colheita no campo para melhorar as características físicas e químicas do solo e proporcionar proteção contra erosões;

Adoção de técnicas de construção e manutenção de estradas visando minimizar os impactos aos recursos hídricos;

Uso consciente de recursos de forma a evitar desperdícios e contaminações do ambiente;

Realização de suas atividades com respeito às comunidades e vizinhos e demais partes interessadas.

Para visualizar o Resumo Público, clique aqui.